Boa tarde aos colegas de estudo!
Questões para reflexão:
1. O que caracteriza a manifestação inteligente?
A manifestação inteligente se caracteriza pela pronúncia de uma inteligência. Isto é, conforme Kardec aborda o tema, a inteligência não se manifesta somente quando há sabedoria, conhecimento, eloquência, etc, mas sim sempre quando revela uma intenção, ou, em outras palavras, uma ação livre e voluntária.
2. Por que os estudiosos chegaram à conclusão de que a mesa obedecia a uma inteligência que eles desconheciam?
A conclusão que a mesa obedecia a uma inteligência proveio da exaustiva observação dos fenômenos. Ora, segundo o Codificador, se os fenômenos houvessem se restringido a manifestações físicas, sem qualquer intenção e vontade, por certo poderiam se atribuir causas unicamente físicas, como a ação de alguma força ainda desconhecida. Mas, isso não aconteceu… À medida que novas observações foram sendo feitas, percebeu-se que a mesa, por exemplo, revelava inteligência, isto é, possuía ações livres e voluntárias, respondia a perguntas e executava ordens feitas pelos integrantes da reunião. Certamente, não se imputou à mesa, objeto físico, a fonte daquela inteligência, mas sim que ela obedecia a uma inteligência oculta, ou seja, que esta inteligência não conseguia ser constatada pelos sentidos humanos, nem por instrumentos.
4. Qual foi a evolução das comunicações inteligentes?
Portanto, constatada pela questão anterior que o fenômeno era inteligente, e que a mesa, no exemplo, era o instrumento de manifestação desta inteligência, as comunicações desta ordem progrediram bastante e em pouco tempo. Logo foram forjados mecanismos de comunicação, como a relação número de batidas / letra do alfabeto, ou número de batidas / sim ou não, ou seja, a tiptologia. Porém, estas formas de comunicação eram morosos e dificultavam a obtenção de respostas mais elaboradas, ou textos mais profundos. Assim, passou-se a adaptar instrumentos para a manipulação de lápis, que foram ao tempo sendo modificados até mais tarde serem descartados por se constatar indiferentes ao processo. Observou-se, finalmente, que a mão do médium poderia, ela mesma, ser o instrumento para a manipulação do lápis. Ora, surgia aí a psicografia, que rapidamente se difundiu, visto ser algo extremamente simples de ser obtido.
5. Alguma dúvida? Pergunte!
Este texto de Kardec foi escrito há mais de 150 anos… E se observa uma evolução constante na forma de obtenção de comunicações inteligentes. Assim, gostaria de perguntar se há alguma notícia de comunicações obtidas através, por exemplo, da digitação. Isto é, uma vez que vivemos na época da informática, não seria surpreendente surgisse um médium adestrado para este tipo de comunicação, a “psicodigitação”.
Cordialmente, Manuel Ferreira
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: